Suspensão de reajuste de Plano de saúde determinada pela ANS atinge só 42% dos usuários

A informação foi obtida pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor após notificação extrajudicial à Agência, que embasou a ação judicial protocolada, no último dia dois de outubro. Leia mais…

A Ação emitida pelo Idec contra a ANS pede que o benefício seja estendido a todos os 46,7 milhões de brasileiros que têm Planos de saúde.

A Ação pede ainda que os consumidores sejam ressarcidos pelos aumentos já aplicados. Ficaram de fora da medida os contratos com mais de 30 vidas que já tinham recebido aumento de mensalidade e os firmados antes de 1999, ainda não adaptados a atual Lei de Planos de saúde.

“Nada justifica que mais da metade dos consumidores do setor sejam excluídos, se estão todos no mesmo barco nesta pandemia. Além disso, notas técnicas preparadas por diretorias da ANS mostram claramente que a medida poderia ser suportada pelas Operadoras. Diferentemente do que aconteceu em outros setores, a pandemia fez bem economicamente para as empresas desse segmento” ressalta a advogada Ana Carolina Navarrete, responsável pelo Programa de Saúde do Idec.

Fonte: https://br.noticias.yahoo.com/ por  Luciana Casemiro –  Extra  / 05.10.2020